terça-feira, 25 de julho de 2017

O vai e vem da vida


Tenho tanto pra falar, no banho de ainda agora mil pensamentos me vieram á cabeça, pra ser sincera quando me dei conta havia acabado o banho e nem havia me dado conta de tal fato. A vida é assim, se eu pudesse colocar todos os feitos em palavras, se eu pudesse colocar tudo em tinta e papel, as coisas seriam menos difíceis, talvez. Hoje eu vim falar sobre o meu pai, essa pessoa tão difícil de lidar, porém tão única. Meio que previsível muita das vezes, mas também indecifrável em algumas ocasiões, você nunca sabe qual será a sua próxima palavra ou qual será o seu próximo passo. Quando palavras tentam nos invadir a emoção, as coisas meio que ficam sem controle, mas em momentos assim, felizes são o que possuem o domínio próprio. Ver seu pai bater na cara da sua irmã mais nova te faz pensar em n coisas, talvez eu deveria ficar mal, e se eu ficasse bem, será que deveria me sentir mal por não ter ficado mal? Ou será que deveria pensar que talvez ela merecesse, mas também não no rosto, mas também não me cabe julgar quando ele também apanhou no rosto quando mais novo. Apenas me faz pensar em quantas coisas afligem sua’lma e quantos medos e manchas ainda o aprisionam no passado, são tantas coisas, não sei por onde começar. Pelo fato de ser filho de uma empregada negra, onde o patrão era um racista português, que não deixava uma criança sentar á mesa com os seus filhos pelo fato de ser negro e a criança (meu pai) ter que comer escondido, ou posso listar o fato de que a mãe dele o deixou na porta da casa de seu pai, após um doloroso divórcio e uma não aceita separação por parte de minha avó paterna. Uma criança tão nova, tão cheia de marcas e aprisionada dentro da alma de um adulto, que criou uma barreira intransponível, onde ninguém pisa, nem habita e nem consegue fazer morada por muito tempo. O corpo envelheceu, a barba cresceu, a bagagem da vida aumentou, mas a vida não sarou, as feridas não sararam, ficaram entreabertas, sendo remexidas de tempo em tempo. Sendo ainda hoje relembradas pelo mal convívio e diálogo com o pai, pelo pouco afeto pela mãe, é como se os pés estivessem calejados de andar, mas precisassem continuar, e algo dissesse ‘’só mais um pouco, estamos chegando’’... chegando, estamos chegando... chegando aonde? Não sabemos para onde andar, ou que caminho trilhar. Poderíamos surtar, mas surtar não vai adiantar, poderia enlouquecer, mas definhar não é uma opção, viver é preciso, viver é uma decisão. E quando decidimos viver, decidimos aceitar e encarar as dores, os problemas e tudo o que vem junto, incluindo as responsabilidades. Filhos são uma grande responsabilidade, problemas pra um, bênção pra outros, ser pai é uma grande responsabilidade, ser filho é uma grande responsabilidade, é como se a linha tênue estivesse sempre em desalinho entre agradar, não agradar, obedecer, não obedecer. Quando você ouve seu pai falar pra sua irmã que ela é um merda, você fica pensando no que ela esteja pensando, talvez ela esteja desejando a morte dele ou algo do tipo, não imagino e não quero saber o que a minha irmã pensou, sei que eu já pensei isso, é como se eu pudesse entender e sentir que no momento que as palavras saíram boca a fora, elas doeram mais nele do que nela. Dói mais em quem as diz, do que em quem as ouve, ou não. O processo não importa. O que importa é que foi dito. E palavras ditas ao vento, não há como serem ‘’desditas’’. No calor da emoção coisas que não queriam ser ditas, infelizmente são ditas, esperto são aqueles que não colhem palavras ruins para o coração, adoecê-lo a essa altura do campeonato seria ruim demais. É momento de sarar corações e almas alheias, e não de adoecer. As vezes se torna difícil carregar algumas malas, alguns fardos, com memórias e coisas do passado, situações semelhantes as de hoje, ou de mudar de lar todas as vezes que não conseguíamos lidar com as despesas, ou de parecer que tudo está apenas nas costas de uma pessoa, quando na verdade está, nas costas daquela criança ainda não sarada e manchada pela ausência de amor fraterno e das pancadas do vai e vem da vida. No ângulo de qualquer outra pessoa, isso soa rude, maldade, mas a pessoa só transpassa aquilo que recebe, é lastimável pensar que as coisas acontecem assim, infelizmente. Se temos hoje um adulto calejado e duro, é porque o eu interior ainda carece de todas as coisas que não lhe foram desfrutadas no passado, como eu disse anteriormente, elas são remexidas de tempo em tempo. Eu poderia escolher ser um adulto assim, mas encontrei alguém que me sarou, e me deu um novo coração. Que me ajudou a carregar os meus fardos, e tratar com doçura os fardos alheios (inclusive, os do meu pai). Com Ele eu aprendi que o passado nunca dirá quem eu sou, e que apenas o autor da minha fé pode dizer o que eu sou e o que eu serei. Eu demorei tanto tempo pra confiar e descansar, eu estava com medo da dor que vem com a fé. Ele me salvou de mim mesma, quando eu poderia ser alguém cheia de marcas e feridas, Ele fez brotar um jardim, onde dentro de mim tem as mais diversas flores coloridas, gérberas, rosas, orquídeas. Não vejo a hora de florir coisas boas dentro da criança que vive dentro dele, essa criança precisa deixar seus fardos nas mãos de quem de fato pode ajudá-lo. Ele é o agricultor, só Ele pode plantar sementes e fazer brotar um lindo jardim dentro dessa criança. 
Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai o agricultor. João 15:1

Súplica de quatro de julho


Meu Deus, que confusão na minha cabeça, ''me ajude Senhor''. Quero fazer tanta coisa, mas não sei por onde começar, parece egoísmo pensar só em mim, enquanto inúmeras pessoas estão perecendo sem conhecer o Salvador, Aquele que é Único e digno de receber todo o louvor. Preciso ser menos eu, deixar Ele florescer, preciso ser como Ele, andar como Ele, falar como Ele. Porque ser cristão é isso, não é estar na igreja por medo e ir pro inferno, é estar lá por amor a Ele, pelo o que Ele é, não pelo o que Ele pode fazer. Mas sim, porque eu entendi que sem Ele eu não sou nada. Me ajude Senhor, a ser mais parecida contigo, a servir melhor, ser a grande pescadora de homens como aconteceu com Pedro, a ser verdadeira e persistente como Paulo, que mesmo em meio á tantas dificuldades e dores, ele se sentiu honrado em sofrer. Que em meio a esse mundo caótico, que eu não olhe para trás ao colocar a mão no arado, que os meus pés estejam calçados com as sandálias da verdade e que a minha língua venha edificar o meu próximo, e que o que estiver me fazendo tropeçar, eu saiba com a ajuda do Teu santo espírito identificar. Que eu saiba ajudar o meu próximo, intercedendo por ele, oferecendo ajuda, não julgando mas servindo. Me ajude Senhor, a amar mesmo não sendo amada, a fazer sem esperar nada em troca, a ser autêntica e cuidadosa... Porque eu acredito que se eu não for nada disso, eu não serei nem um pouco parecida com você, meu Jesus.

terça-feira, 21 de março de 2017

Leituras do mês de Março


Oi gente, como sempre ando meio sumida daqui, mas dessa vez foi falta de vergonha na cara mesmo. Na última postagem, nas leituras do mês de Fevereiro, eu fiquei de ler 4 livros por mês, não consegui por inúmeros motivos. Fiz provas finais na faculdade, fiquei doente, tinha que limpar a casa e quando eu tinha tempo livre, só queria ficar na internet ou dormindo. Afinal, férias é isso, né? E é aí que está o problema, você vai olhar uma coisinha de nada na internet e vruuuuuuum, a internet comeu o seu dia. Não sejam como eu, estipulem tempo pra mexer na internet, viver o real é mais gostoso. 
PEGA A VISÃO! Nota pra mim mesma!
Sendo assim, como prometido, dos 4 livros, consegui ler apenas 2, e os menores, que vergonha, rs.
O que eu achei dos livros? 

Sobre o livro Em seus passos o que faria Jesus?

Achei muito interessante, o autor nos induz a pensarmos antes de tomarmos decisões, nos impulsionando á nos perguntarmos sempre, o que Jesus faria se estivesse em meu lugar. E realmente se pensássemos de acordo com as suas atitudes, teríamos resposta para todos as situações de nossas vidas. Claro, que não adianta querer responder a pergunta de acordo com as suas próprias convicções, mas de acordo com o novo testamento, de como Jesus agiu, pensando como Ele agiria atualmente.
"Ah Vandréia, como que Jesus agiria com o meu namorado que só sabe ser grosso?" Realmente, não temos respostas para essas coisas, mas temos o que Paulo diz em 1 Coríntios 13, e temos especificamente Jesus mostrando amor, respeito, e ensinando amor ao próximo, em suas parábolas e tudo o mais. Assim, conseguimos respostas para as nossas perguntas. E só podemos agir como Ele, se tivermos intimidade com Ele, e se o conhecermos de verdade. Ou seja, além de nos ensinar a agir como Ele, nos impulsiona a termos intimidade com Ele. Chega de contar, leiam o livro!!! É mara!

Sobre o livro A última palavra vem de Deus.

Achei muito bom, ensina como perdoar, e aceitar a vontade de Deus acima de todas as coisas. Porque muita das vezes temos pressa, não aceitamos o tempo de Deus, e esse livro nos mostra que devemos aceitar a vontade de Deus, pois Ele sabe o que é melhor para nós. O não de Deus, é livramento hoje e bênção amanhã. Muito bom o livro, é um ótimo testemunho!

E sobre as leituras de Março???
Então, não vou nem colocar meta, vamos deixar a meta em aberto. Porque sou o tipo de pessoa que quer ler fazer mil coisas ao mesmo tempo e não consegue fazer nada. Palmas pra mim!!! 
Então, como faltam duas semanas para o mês de Março acabar, fiz assim:

1° semana: Bom dia, Espírito Santo.
2° semana: Autoridade Espiritual.

E sobre o livro Santificação? 
Deixei pra ler aos poucos, ele é um livro que eu leio, analiso, estudo, filtro o que tem de bom e reflito sobre ele durante alguns dias, depois volto a ler. É uma leitura maciça e um pouco teológica, então, requer dedicação e estudo. Quando eu terminar de lê-lo, faço uma resenha. Por enquanto, é isso galeraaa!
Em breve volto, pra falar sobre os livros lidos, e sobre as leituras de Abril. 
Um abraço, Deus abençoe vocês!



segunda-feira, 20 de março de 2017

Orando como Daniel


Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos. Efésios 6:18

Oi galera, hoje vim falar sobre oração, senti o desejo no coração, e já faz algum tempo que quero falar sobre isso. O que é a oração? É a nossa conversa com o Pai, por meio dela nos achegamos a Ele, e por isso ela é tão fundamental em nossas vidas, por meio da oração desenvolvemos um relacionamento íntimo com Deus, e isso é realmente maravilhoso. Por que coloquei orando como Daniel? Daniel foi um jovem temente a Deus, mesmo vivendo em uma época em que era necessário obedecer ao rei, ele foi contra o decreto, que determinava, que somente o rei deveria ser adorado e nenhum outro deus poderia ser citado, Daniel continuou orando a Deus, pois ele sabia que sendo fiel a Deus, Deus seria a Ele.


Daniel 6:10 
"Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer."
Daniel 6:13
"Então eles aproveitaram para fazer a seguinte comunicação ao rei: “Ora, pois Daniel, um daqueles exilados de Judá, não tem feito caso de ti nem das tuas ordens e do decreto que assinaste ; muito ao contrário, faz as suas orações todos os dias, e três vezes ao dia."

O segredo de Daniel não era orar 3 vezes ao dia, mas era que ele vivia constantemente em ligação com Deus, além dos momentos especiais que ele separava para orar. A oração é o segredo da vida cristã. Aquele que está em comunhão, em ligação com o Pai, não se abala na dificuldade pois vive por revelação e não por razão.



"Ande por revelação, não ande por razão." Pastor Sebastião

Aquele que anda por revelação, espera pra tomar as suas decisões, Deus nos revela a Sua vontade, como diz lá em Salmos 25:14

" O segredo do Senhor é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança."

Há várias passagens bíblicas que nos encorajam a perseverarmos em oração. Paulo escreveu: “No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor; regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração, perseverantes” (Romanos 12:11, 12). Paulo também disse “Orai sem cessar” (1 Tessalonicenses 5:17).

Orar 3 vezes ao dia é o suficiente? Claro que não, e não se apegue somente a essas 3 vezes, estipulei isso, mais pelo fato de muita das vezes o dia ser corrido e orarmos apenas no início do dia ou no final do dia ou em uma alimentação, aquela coisa rotineira, e quando na verdade sabemos que não pode ser assim, não deve ser assim. Inspirada pelo Espírito Santo pensei em escrever isso, e induzir você a desenvolver um hábito saudável de falar com o Pai. 
O que fazer?
 Escreva em uma folha de papel, e escolha o melhor horário pra você. Eu escrevi numa folha e pendurei no meu quadro de avisos no meu quarto, escolhi o melhor horário pra mim.
Pra você que é esquecido, coloque pra despertar no seu celular, "Oração das 10 hs" ou "Hora de falar com o Pai", "Vá orar", "Ore". Fique á vontade para escolher o seu assunto, mas que você tenha compromisso com ele, despertou tal hora, largue tudo e vá orar. Tenha compromisso com Ele, pois Ele tem conosco. 




Pra quem não conhece a história de Daniel, por ter desobedecido a ordem do rei, foi jogado em uma cova de leões, Deus enviou o seu anjo e o salvou da cova dos leões. Os céus foram movidos porque alguém foi movido pelo céu a orar. O que não poderia acontecer se formos realmente pessoas de oração?

Lá em Salmos 40:1 diz “Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor.” Deus quer ouvir a sua voz, fale com Ele, não só em oração, mas em espírito, quando estiver louvando, no seu quarto, na rua, na escola, na faculdade, no seu trabalho, Ele está contigo, Ele está atento ao seu clamor. Creia nisso!
Fiz esse post para encorajar vocês a orarem, façam isso dentro de um mês, tenho certeza que ao final do mês você já estará orando bem mais do que apenas três vezes.
Lembrem-se sempre:
"A oração cala Satanás.
A leitura bíblica cala o mundo.
O jejum cala sua carne."
Ah, pra reflexão de vocês, escutem a música Novo Tom - Falar com Deus, vou colocar o link do Youtube pra vocês, é só clicar > LINK
E para reflexão também, assistam a pregação do Pastor Lucinho - Oração, a chave pra vitória cristã, vou colocar o link do Youtube pra vocês, é só clicar > LINK

"Um dia sem orar, é um dia perdido." Pastor Lúcio Barreto

Deus abençoe á todos, um abraço!

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Planejar, é sonhar.


Quando pensei nesse assunto, pensei, “caramba, quero fazer tanta coisa ainda”, só me falta o money, pois, a vontade eu já tenho. Quem me dera fosse simples assim, muita das vezes temos oportunidade de fazermos diferente, mas não temos a atitude para fazermos diferente. Sendo assim decidi listar (acho que já deu pra perceber que amo fazer listas, né?) coisas das quais quero fazê-las até, sei lá, os trinta anos, quem sabe né? Seria otimismo meu? Hahaha só o tempo dirá. Ah, não estão em ordem de prioridades, excepcionalmente o número um.

Primeiro de tudo, acima de tudo, fazer o Ide que Jesus deixou para nós,
Marcos 16:15  E disse-lhes: Ide por todo omundo, pregai o evangelho a toda criatura. Fazer missões (se bem que esse não é só até os 30 anos, e sim até Jesus voltar;  

Tenho tanta vontade de conhecer a Europa, ir á França, tirar fotos na Torre Eiffel, visitar o museu Du'louvre, conhecer Portugal, Itália, Holanda, Inglaterra, Espanha, Suíça, comer aqueles chocolatinhos maravilhosos, aí já quero;

Adotar um cachorro, gente não sou e nunca serei á favor de comprarem cachorros, quando se tem tantos para adotar, loucos para ter um lar, então adote. De todos os que eu já tive, a maioria ganhei, achei na rua, mas lembro que quando eu era criança meus pais compraram uns pinchers para mim, hoje eu não seria á favor. Até porque criança não sabe discernir isso, só quer ter o animalzinho. Ou seja, a d o t e;

Fazer intercâmbio, gente eu sou a louca que pretende estudar fora, fazer um cursinho, doutorado, quem sabe, e ter o passaporte cheio de lugares carimbados, por onde passei, que sonho;

Mais uma graduação, de história sei lá ou psicologia. Não me vejo apenas com uma graduação, amo história, sempre gostei muito mesmo, e psicologia aprendi a gostar, depois que fui em alguns minicursos da galera da Ufes que estava formando, nossa, muito bom, saí de lá querendo ser a psicóloga, e tirei o pré conceito que eu tinha criado, de que era apenas pra gente doidinha, saí de lá querendo um psicólogo pra conversar e bater papo, amei. Eles estudam o ser humano, observam, a mulher me descreveu em minutos, fiquei chocada. Ou seja, olhando as grades curriculares, gostei muito de história e psicologia, + ainda de história, porque psicologia tem estatística e odeio exatas rsrsrs, quem sabe né?;

Participar de alguma corrida, triatlo, coisas que tem em grandes cidades, ou seja, não é o caso da minha. Mas gosto de corridas, acho legal, aqui no estado costuma ter corrida das cores, ou de uma cidade pra outra, quero fazer isso. E estou meio muito gordinha, então me fará bem também;

Ler a Bíblia toda, simmmmm, estou em um projeto com a galera da igreja para lê-la em um ano, estou meio atrasada, mas vamos que vamos, quando eu acabar tudo, conto aqui. Afinal, se a Bíblia é a arma do cristão, precisamos sabê-la toda para não somente pô-la em prática, mas sim defender, posso ouvir um amémm??;

Conhecer os EUA (Nova York, Times Square, Seattle, foi por causa do seriado Greys Anatomy rsrs, Santa Mônica, porque quero ir naquela roda gigante, Las Vegas). Todo mundo deve ter vontade de conhecer, sei lá Hollywood, afinal, por quê não?

9° Ler mais de 100 livros (se bem que já leio bastante, esse ano, já li 1 inteiro e estou lendo mais dois, que estão pela metade.) Em janeiro eu só li, O resgate do Nicholas Sparks e a Bíblia, agora mudei de foco, estou na meta dos 4 livros por mês. (A Bíblia é por fora, naquele outro projeto, haja projeto).

10° Décimo e último, só pra descontrair é alcançar todas as metas, e como diz nossa ex-presidente "Vamos deixar a meta em aberto, quando batermos a meta, dobramos a meta."



segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Leituras do mês de Fevereiro


Olá, sei que ando meio sumida, mas as coisas estão tão corridas, ainda mais pelo fato de eu estar terminando o semestre da faculdade agora. Estudar em federal, provavelmente é o sonho de muito brasileiro, porém, é greve constantemente. Sendo assim, ainda estou terminando o período passado, voltei a estudar em Janeiro (OI?) nada normal, eu sei. Enfim, irei mostrar as minhas leituras do mês e os meus nenês, simmmmm, eu amo ler!!! É engraçado, porque todo mundo só costuma me dar livro de presente de aniversário, de natal, dia dos namorados (não pera), de páscoa, de dia do índio hahaha 
Enfim, resolvi dividir em 4 livros por mês, assim consigo ler todos. Já que um mês tem quatro semanas, fica um por semana, tenho certeza que dará suuuuper certo. (assim espero)

Os livros desse mês estão bem espirituais, quero edificar minha vida, e conhecer mais dAquele que primeiro nos amou, me amou.
E são estes:
1- A última palavra é de Deus - Adiania Fernandes; esse eu comprei em um culto na minha igreja, a autora do livro estava vendendo, e realmente a última palavra deve vir dEle. $10,00
2- Santificação - Neil T. Anderson/ Robert. L Saucy; essa foi a minha melhor compra dentro da faculdade (ps. só costumo comprar comida lá), eu tinha apenas dez reais para lanchar, e tinha uma feirinha de livros ao lado da cantina, na faculdade. Eu estava na fila pra comprar meu lanche, me desviei e senti interesse pela capa, ou seja comprei. Ah, fiquei com fome, o alimento literalmente ficou pro lado espiritual mesmo. $10,00
3- Bom dia, Espírito Santo - Benny Hinn; esse livro eu "catei" do meu cunhado, ou seja $ 0800. Sempre ouvi falar muito do autor, afinal ele é escritor, pastor, tem programa de televisão, e é um cristão árabe palestino. Acredito que será muito edificante;
4- Em seus passos, o que faria Jesus? Charles M. Sheldon - esse livro eu comprei semana passada na livraria do Shopping Boulevard, em Vila Velha/ES, ah, sobre a livraria, é uma livraria religiosa, só vende livros e bíblias e é um sonho, se eu trabalhasse (seria meu sonho?), já sei que meu salário ficaria lá. E eu já sei mais ou menos a história do livro, pois, vi o filme, e daí senti mais vontade ainda de ler. O filme traz uma mensagem que te faz pensar nela durante meses, melhor ainda se eu conseguir colocá-la por toda a vida. $11,90




Só de pensar no tanto de coisa que eu tenho que ler, fico cansada, mas eu gosto rsrsrs. Então, esses são os que eu peguei emprestado, são as leituras do mês de março, mas depois vou fazer uma postagem explicando direitinho as leituras de março, deixa comigo !!


E esses outros, são todos os meus livros, muito amor envolvido ♥






Isso é tudo galera, breve breve posto mais coisinhas aqui, estou cheia de ideias sobre posts para o blog.